segunda-feira, 30 de março de 2009

GANTZ / 15

Gostei muito do meu primeiro contato com o mangá GANTZ, edição número 15. Pretendo acompanhar os próximos exemplares. É apaixonante o jeito que Hiroya Oku lida com responsabilidade, moral e violência. A técnica é de ótima qualidadea ao longo dessas aventuras cheias de ação e sensualidade. Personagens memoráveis como Kurono, namorado da Tae Kojima evidenciam a complexidade psicológica e social da história. Kai-chan, um dos integrantes do GANTZ, organização caçadora de alienigenas que tentam invadir a nossa realidade, foi escolhido para participar de missões especiais de combate, após morrer a primeira vez quando tentou com o seu amigo de infância, Katou Masaru, salvar um mendigo que estava prestes a ser atropelado por um trem na estação de metrô.

Nas primeiras páginas encontra-se a batalha de Izumi com um vampiro pistoleiro que tentou atacá-lo enquanto andava com seu companheiro de GANTZ e suas respectivas namoradas. Isumi venceu fácil e não teve pudor em cortas os braços e decapitar seu oponente com poucos golpes.

Fiquei impressionado com a Otaku que logo depois dessa luta, masturbou e fez sexo oral em Kurono. Quando ela sussurrou "Engoli tudinho", eu disse "sério?!" ao mesmo tempo que o namorado dela! Achei legal ter a mesma reação de surpresa compartilhada com o heroi.

Outro ponto importante a destacar é a culpa que Kurono sentiu por atender o telefonema de Reika (Linda celebridade Japonesa desejada por 10 entre 10 garotos de sua idade que amam seios grandes e belos lábios). Além de dar em cima de Kurono, lhe convidou para sair, dar uma volta e ir ao cinema. Ele aceitou sabendo que estava sendo impulsivo e irresponsável com sua namorada. Contudo, Kurono-kun gosta muito da Otaku que namora, mesmo ela não sendo muito bonita, ele se prende ao passado feliz que construiram; isso fica evidente depois da traição, quando encontra uma foto dos dois, juntos, e começa a chorar.

No final de cada missão a equipe GANTZ recebe pontos por ter sobrevivido e derrotado os inimigos denunciados pelo computador que fica localizado em uma sala de reunião. Se algum membro aborta a missão para salvar sua própria vida ou por qualquer outro motivo, seus pontos são automaticamente zerados. Qualquer integrante do GANTZ só pode ser liberado da equipe se atingir 100 pontos. Depois de uma batalha difícil contra Yubiwa Seijin, o alarme toca e eles são ordenados a matar a namorada da de Kurono!

Parte do grupo não permite que a garota morra, e consequentemente o líder Kurono que irá defendê-la. Alguns soldados decidem sabotar o GANTZ apenas dessa vez, apresentando um comportamento bem quixotesco, guiados por um instinto de justiça e valentia. A outra parte da equipe quer matar os traidores e Tae-chan! Ná próxima edição saberemos quem levou a melhor.

terça-feira, 24 de março de 2009

SOMOS COISAS

Meu castelo de areia
Resistente de sexta a domingo
Serve de salão de festas e despedidas
nada mais, nada mais.

Partindo do abstrato para a prática,
O liberalismo aponta e julga o fracasso,
Sendo eu o responsável - erro e incapacitado-
Produção ininterrupta de felicidade.

A liberdade traz insegurança
da incerteza paradoxalmente convicta:
Que amanhã ou depois
A porta se abrirá para novas substituições.

Arrombamos a hierarquia do vós,
ultrapassamos o você sem olhar para trás.
Hoje somos tu:
Racismo cordial.

Armados com apelidos e rara intimidade
mascaramos a opressão de sempre.
Por respeito e poucos minutos
seremos - jamais.

domingo, 15 de março de 2009

Bloody Capitalism

Competition!
Where will you go?
You blame my acts,
you destroy my soul.

Competition!
Why did you come?
You're always false
I feel, i know!

Competition!
Stop this show,
i won't survive,
there's no control!

Respect my adventure
calm down this pain.
The time is emphy,
there are no mercy,
I'm not safe.

Competition?
You don't need to waste your time again
im in better place,
dead and swallowed,
in a beautifull gothic grave,
death to ego
in life all i had was a name.