segunda-feira, 1 de março de 2010

Compromisso na amizade

Eu me preparo para lhe ajudar a não precisar de mim nem de ninguém. Amigo é quem ensina a importância da anti-dependência e aponta o caminho para a distância. Começamos essa arte engatinhando porém, aprendemos a dançar com parceiros, não muletas. Desconfie de quem lhe disser que não pode viver sem a sua presença; e se você tem raízes fortes, tome cuidado com as abelhas! Em todo caso, tenha cautela com os mercenários de plantão disfarçados de amigos. Já se perguntou quanto cada um vale? Contudo, o mais importante ainda é evitar confundir ser & estar.

Edvard Munch - Noite de Tempestade, 1893

4 comentários:

Marianne disse...

Gostei muito do pensamento...

Ana disse...

eu também gostei bastante

Penélope disse...

Ainda hoje, li algo que lembrou-me você, ao mesmo tempo que corroborou com esse pensamento.
Eis a frase:

'Ninguém é sujieto da autonomia de ninguém' (Freire, 1996).

:)

Obrigada por acompanhar-me nesta dança!

F. Schimanski disse...

Curioso o pensamento, mas é correto sem dúvida alguma! A verdade é que todos em algum momento fazemos de outrem a nossa muleta, triste.
Melhor ser manco estar em pé e andar devagar do que ter apoio e quando esse faltar dar com a cara no chão.