sexta-feira, 14 de maio de 2010

Auto-retrato antes de dormir

São os olhos que sorriem
e minha boca é que chora.
O nariz mastiga pedaços do passado de todo presente
Sou, em todos os sentidos
ouvinte e operário do meu próprio futuro.

Um comentário:

Penelope disse...

Que legal como texto e imagem se comunicam e complementam-se.
O texto é de tua autoria, Diego?
Gostei muito dele.

Mastigando velhos dilemas tão presentes, '(...) ouvinte e operário do meu próprio futuro'... é bem isso.